5 Dicas para desenhar de forma realista

Desenho realistaVocê já se deparou com alguma ilustração ou pintura e ficou admirado com o seu realismo? Já se perguntou como o artista conseguiu atingir esse efeito? Aqui vão 5 dicas para desenhar de forma realista:

1. Ausência da linha de contorno

Os objetos do mundo real não possuem uma linha de contorno como costumamos ver em muitos desenhos tradicionais, onde ela é utilizada para delimitar os objetos e separá-los uns dos outros. No desenho realista, os objetos são desenhados sem linhas de contorno, como no mundo real. Então como eles são delimitados e separados uns dos outros? Isso é feito diferenciando a sua cor, a tonalidade, a textura e o foco.

2. Atenção na cor e na tonalidade

Acertar a cor e a tonalidade é importante na hora de desenhar um objeto. Muita gente confunde as duas informações: a cor (matiz) de um objeto indica se ele é amarelo, vermelho, verde, etc… e a tonalidade (valor tonal) indica o quanto a cor é clara (próxima da cor branca) ou escura (próxima a cor preta). Captar essas informações dos objetos e representá-las da forma mais precisa possível é o primeiro passo para dar realismo ao desenho.

3. Representação das texturas

Os objetos possuem uma grande variedade de texturas (lisa, áspera, rugosa) e podem ser feitos de materiais com diferentes propriedades, como o vidro, o metal, a madeira ou o tecido. É muito importante perceber como a luz reage à textura do objeto, salientando suas depressões e protusões e ao material de que ele é feito, refletindo nos metais ou atravessando os vidros, por exemplo.

4. Foco

O olho do ser humano foca no objeto que ele está olhando, deixando-o mais nítido e borrando as regiões da visão que estão fora de foco. É assim também que funcionam as máquinas fotográficas profissionais: o fotógrafo pode ajustar a lente para deixar o objeto que está em primeiro plano em foco e borrar o fundo ou focar no cenário e borrar o objeto que está em primeiro plano. É desta forma que se cria uma noção de espaço no desenho realista e se delimita os objetos desenhados: borrando os elementos que estão fora de foco e definindo os objetos que estão em foco.

5. Observação

Por fim, a dica mais importante de todas: aprenda a observar o mundo ao seu redor com outros olhos. Não apenas olhe as coisas, mas estude as formas dos objetos e os pequenos detalhes que o compõem. Tente identificar as suas informações de cor e tonalidade, a sua textura, o material de que ele é feito e analise como a luz se comporta na cena.

E é isso! Essas são algumas das informações passadas nas aulas de fundamentos do curso de desenho realista da AreaE – Escola de Artes. Esperamos que elas ajudem de alguma forma na produção das suas obras. Bom treino!

COMPARTILHAR

COMENTÁRIOS